terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Os últimos minutos com um ente querido...





Pensei em fazer esta postagem  no dia que li uma   mensagem no blog Fechei Com Ele. Até comentei sobre isso lá. Hoje resolvi escrever. 

Desde domingo estamos perplexos com a tragédia ocorrida em Santa Maria. É muito sofrimento, são muitas famílias enterrando os seus entes queridos. 

Domingo eu estava assistindo a uma reportagem. O repórter entrevistava um pai que perdeu duas filhas. Ele dizia que agora precisava cuidar das netinhas. Como dói ouvir algo assim! Logo pensei em minhas filhas. Na manhã seguinte fiquei observando a minha pequena. Ela estava dormindo tranquilamente e lembrei-me daquele pai que não mais veria as suas duas filhas. Não teria mais a oportunidade de abraçá-las, conversar com elas, ver o sorriso delas... Será que ele tem pensado nos últimos minutos que teve ao lado delas? Eu acredito que sim. 

Meu pai faleceu no ano de 1998 e até hoje  lembro dos últimos minutos que estive com ele. Era uma terça-feira, eu e meu marido havíamos saído do trabalho  e  antes de irmos para casa passamos na casa dos meus pais por alguns minutos. Naquele dia meu pai iria ao culto na igreja dele. Oferecemos uma carona mas ele disse que ainda estava cedo. Despedimos dele e fomos para nossa casa.
Eu não sabia que seria a última vez que o veria. Não sabia que  não ouviria mais a voz dele, que não poderia mais dar um beijo nele e receber um beijo dele...

Depois que passou tudo(notícia da morte, preparativos para velório, velório e enterro) comecei a pensar nos últimos momentos. Você sempre pensa que poderia ter sido diferente.  Eu ficava imaginando como seria se eu e meu marido tivéssemos esperado um pouco mais ou se meu pai tivesse ido mais cedo conosco. Até lembro que minha mãe disse, no dia seguinte, que meu pai havia se arrependido de não ter ido conosco porque depois choveu bastante. Fiquei pensando(e ás vezes ainda penso) o que teríamos conversado durante o caminho? Seriam os últimos minutos com meu amado pai. Perdi a oportunidade de tê-lo por mais alguns minutos... Não podia imaginar que ele não estaria mais entre nós...


Quantas pessoas estão lembrando dos últimos minutos que viveram com os seus entes queridos? Hoje, lá em Santa Maria, muitos estão pensando em cada momento, em cada palavra, em cada gesto... Estão pensando em suas perdas irreparáveis...

Alguém pode até estar pensando em algo que disse para pessoa querida e não deveria ter dito. Outro pode estar pensando em tudo que deixou de dizer...

"Saudade: Presença dos ausentes."  Gosto muito desta frase de Olavo Bilac.  Gosto muito mesmo!

A saudade sempre ficará...





 Imagem: Photl.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...